Atualidade

Estudo sugere pistas para compreender a doença do fígado gordo em pessoas magras

28 Ago. 2019

Uma equipa de cientistas da Austrália, Irão e Itália percebeu que as pessoas magras com a doença do fígado gordo não-alcoólico têm níveis mais elevados de ácidos biliares e de uma proteína do que os doentes com mais peso. De acordo com os investigadores, esta descoberta pode contribuir para o desenvolvimento de potenciais tratamentos para esses doentes.

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

Apoios

MylanTakedaNorgine