Entrevistas

Vanguardismo do CHULN retratado na obra "Hepatite C - O Futuro Começou Aqui"
Prof. Doutor Rui Tato Marinho, diretor do Serviço de Gastrenterologia e Hepatologia do CHULN
11 Dez. 2018

O livro "Hepatite C - O Futuro Começou Aqui" foi lançado no dia 7 de dezembro, na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa (FMUL). O My Gastrenterologia esteve presente na conferência e conversou com o Prof. Doutor Rui Tato Marinho, diretor do Serviço de Gastrenterologia e Hepatologia do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte (CHULN), que enaltece o trabalho vanguardista do Hospital de Santa Maria e da FMUL no tratamento desta patologia. Assista ao vídeo da entrevista.

Gastrenterologia desempenha atualmente papel essencial nos casos de neoplasia das vias biliares e do pâncreas
Prof.ª Doutora Susana Lopes , CHSJ
05 Dez. 2018

Durante o Pancreatobiliary Summit 2018, que teve lugar no dia 30 de novembro no Centro Hospitalar São João, os participantes puderam assistir a intervenções ao vivo de casos reais que demonstraram qual a utilidade de diversas técnicas, nomeadamente da ecoendoscopia. Neste âmbito, a Prof.ª Doutora Susana Lopes realçou que, “hoje em dia, a Gastrenterologia já é capaz de dar resposta a muitas das necessidades de muitos dos doentes com neoplasias das vias biliares e do pâncreas”. Assista ao vídeo da entrevista que a especialista do Centro Hospitalar São João (CHSJ) concedeu ao My Gastrenterologia.

 

“O pâncreas deixou há muito de ser um órgão esquecido e ocupa agora os holofotes mediáticos”
Prof. Doutor Guilherme Macedo
05 Dez. 2018

Segundo o Prof. Doutor Guilherme Macedo, “o pâncreas já deixou há muito de ser um órgão esquecido”. A declaração foi feita durante a Masterclass sobre doenças do pâncreas, que decorreu no último dia 29 de novembro, no Centro Hospitalar São João (CHSJ), Porto. Como afirmou em entrevista ao My Gastrenterologia, este “ocupa agora, por diversas razões, os holofotes mediáticos, não só pela doença oncológica associada ao pâncreas, mas também porque há uma frequente patologia pancreática que é, de uma maneira geral, pouco reconhecida e tratada”. Assista ao vídeo.

 

Pancreatobiliary Summit 2018: “um evento formativo que nos enche de expectativa para o futuro”
Prof. Doutor Guilherme Macedo, organização Pancreatobiliary Summit 2018
05 Dez. 2018

Para fazer um balanço do Pancreatobiliary Summit 2018, que se realizou no dia 30 de novembro no Centro Hospitalar São João, o My Gastrenterologia conversou com o Prof. Doutor Guilherme Macedo. De acordo com o especialista, o encontro decorreu “de forma muito didática e pedagógica, mostrando passo a passo aquilo que fomos tendo oportunidade de tratar em doentes altamente complexos com patologia pancreatobiliar”. Assista ao vídeo da entrevista.

 

Balanço “bastante positivo” do Pancreatobiliary Summit 2018 impulsiona organização da terceira edição
Dr. Pedro Moutinho Ribeiro, CHSJ
05 Dez. 2018

O Dr. Pedro Moutinho Ribeiro, do Centro Hospitalar São João (CHSJ), fez um balanço “bastante positivo” do Pancreatobiliary Summit 2018. Após “oito casos muito interessantes” e uma “discussão intensa”, o especialista mostrou-se muito satisfeito com o encontro, assegurando que a terceira edição já está a ser pensada. Assista ao vídeo da entrevista ao My Gastrenterologia.

Panorama atual do cancro pancreático revela necessidade de maior conhecimento sobre doenças pancreatobiliares
Dr. Marc Giovannini, Institut Paoli-Calmettes
05 Dez. 2018

O Dr. Marc Giovannini foi um dos especialistas internacionais convidados a participar no Pancreatobiliary Summit 2018, que teve lugar no último dia 30 de novembro, no Centro Hospitalar São João – Aula Magna Porto. Como o especialista do Institut Paoli-Calmettes explicou ao My Gastrenterologia, falar sobre as doenças pancreatobiliares é fundamental, mediante o panorama atual, que regista um aumento da incidência do cancro pancreático um pouco por toda a Europa. Assista ao vídeo da entrevista.

 

Princípios básicos da Pancreatologia e ecoendoscopia do pâncreas são foco de Masterclass
Dr. Filipe Vilas Boas, CHSJ
05 Dez. 2018

A Masterclass sobre doenças do pâncreas, realizada no último dia 29 de novembro, no Centro Hospitalar São João (CHSJ), Porto, serviu de “aperitivo” para o Pancreatobiliary Summit 2018, com lugar no dia seguinte. Quem o afirmou foi o Dr. Filipe Vilas Boas, cuja intervenção durante a sessão foi dedicada ao tema “Modalidades endoscópicas na abordagem diagnóstica e terapêutica das doenças pancreáticas”. Assista ao vídeo da entrevista que o especialista do CHSJ concedeu ao My Gastrenterologia.

 

Evidências com a utilização de probióticos na área da Gastrenterologia
Prof. Doutor Miguel Mascarenhas Saraiva, coordenador Gastrenterologia CUF - Porto
28 Nov. 2018

Na perspetiva do Prof. Doutor Miguel Mascarenhas Saraiva, há demonstração da eficácia dos probióticos em vários contextos clínicos na área da Gastrenterologia. A este propósito, o gastrenterologista, que é também diretor técnico da ManopH, no Porto, e coordenador de Gastrenterologia na CUF - Porto, acedeu a responder a algumas questões sobre este assunto. 

Anemia: uma das complicações mais comuns das doenças gastrointestinais
Dr. João Ramos de Deus, médico gastrenterologista
28 Nov. 2018

A anemia é uma das complicações sistémicas mais comuns das doenças gastrointestinais, impactando o seguimento clínico dos doentes. A propósito do Dia da Anemia, que se assinalou na segunda-feira, 26 de novembro, o My Gastrenterologia conversou com o Dr. João Ramos de Deus acerca das causas subjacentes ao aparecimento de anemia nos doentes gastrointestinais. Em entrevista, o médico gastrenterologista foca ainda os métodos de diagnóstico e de tratamento desta problemática. Assista ao vídeo.  

Diversidade de patologias gastrenterológicas causa maior suscetibilidade de desenvolver anemia
Dr. António Robalo Nunes , presidente do Anemia Working Group Portugal
21 Nov. 2018

“A patologia gastrenterológica é um manancial de situações e cenários suscetíveis de gerar anemia”. É assim que o Dr. António Robalo Nunes justifica a pertinência do tema da anemia para a especialidade de Gastrenterologia. De acordo com o presidente do Anemia Working Group Portugal, o facto de existir uma “enorme quantidade e diversidade de sintomas” que a doença pode assumir faz com que tenha influência em “todos os aparelhos e sistemas” do corpo humano. Assista ao vídeo da entrevista.

 

Newsletter

PUB

Agenda

Agenda News Farma

Apoios

JanssenNorgineSandozTakedaViatris