Entrevistas

Garantir a transição dos cuidados pediátricos para os adultos: por onde caminhamos?
Dr.ª Luísa Glória
06 Out. 2022

Como assegurar o sucesso da transição dos cuidados pediátricos para os adultos? Esta resposta está ainda por esclarecer e foi tema de debate na Reunião Get Together. É um assunto “muito importante”, mas “não está muito bem definido”, em Portugal. Nesse sentido, a equipa procura “organizar e harmonizar esta transição”. A Dr.ª Luísa Glória marcou presença no encontro, partilhando as suas reflexões do Grupo de Trabalho da Síndrome do Intestino Curto – Falência Intestinal Crónica sobre esta transição. Assista à entrevista.

Grupo de Trabalho da Síndrome do Intestino Curto – Falência Intestinal Crónica: “A rede de capacitação”
Prof. Doutor Jorge Fonseca
06 Out. 2022

Com cerca de um ano de existência, a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia criou o Grupo de Trabalho da Síndrome do Intestino Curto – Falência Intestinal Crónica, sendo por isso já uma equipa que reúne profissionais de saúde de diferentes especialidades. O Prof. Doutor Jorge Fonseca destacou o papel deste grupo, na Reunião Get Together. Veja a entrevista.

Qual é a melhor rede de referenciação nacional?
Dr. Miguel Fróis Borges
06 Out. 2022

Num país “tão pequeno”, como Portugal, mas “com tanta diversidade à imagem do intestino curto”, pretendeu-se chegar a um consenso nesta reunião Get Together. O Dr. Miguel Fróis Borges, cirurgião geral, do Centro Hospitalar de Lisboa Ocidental, palestrou sobre a “Estratégia de referenciação: a importância da experiência na gestão dos doentes com falência intestinal crónica” e destacou, em entrevista, que não há muitos registos. Assista ao vídeo.

Teduglutido: “Uma arma terapêutica inovadora”
Dr.ª Susana Corujeira
06 Out. 2022

“O fármaco teduglutido vai permitir os doentes “adquirirem autonomia intestinal e tornarem-se independentes da Nutrição Parentérica ou apenas com uma redução significativa. A Dr.ª Susana Corujeira, pediatra, no Centro Hospitalar Universitário de São João, partilha em entrevista, sobre a sua sessão “Inovação na Síndrome do Intestino Curto”, na Reunião Get Together. Sabe-se ao momento que é “uma arma terapêutica inovadora”, de tratamento contínuo até à fase adulta e por tempo indeterminado. Assista ao vídeo.

“Incidência da falência intestinal em idade pediátrica é cada vez maior”
Dr. Miguel Correia
06 Out. 2022

“Nos últimos 20 anos, estes doentes com falência intestinal têm sobrevivido e sabemos que os jovens que têm a patologia vão chegar à fase adulta.” Quem o afirma é o Dr. Miguel Correia, pediatra do Hospital Dona Estefânia, sobre o mote da sua sessão “Da Pediatria aos cuidados de adultos: como assegurar o sucesso da transição”, na Reunião Get Together. Estes doentes vão atingir a maioridade e vão precisar de um processo de transição. Assista ao vídeo.

A importância da síndrome de intestino curto na Medicina nacional
Dr. António Oliveira
06 Out. 2022

A diferença de apoio em Portugal entre o doente com síndrome do intestino curto pediátrico e a síndrome do intestino curto do adulto foi destacado pelo Dr. António Oliveira, cirurgião do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, em entrevista, sobre a sua sessão “Os desafios na criação de uma equipa multidisciplinar”, na Reunião Get Together. Assista ao depoimento.

Teduglutido: “A terapêutica que vem mudar o paradigma do tratamento dos doentes com síndrome do intestino curto”
Dr.ª Paula Guerra
06 Out. 2022

“Somos um país pequeno e precisamos de reunir consensos.” Este foi o mote para a Reunião Get Together, promovida pela Takeda, que decorreu no dia 24 de setembro, no Hotel Neya, no Porto. A Dr.ª Paula Guerra, pediatra do Centro Hospitalar Universitário de São João, debateu, juntamente com a Dr.ª Susana Corujeira, a inovação na síndrome do intestino curto, destacando o teduglutido como “uma nova esperança e luz”. Assista à entrevista.

“Partilhar experiências é uma forma de crescer”: a antevisão do 18.º Congresso Nacional do Cancro Digestivo
Prof.ª Doutora Anabela Barros
06 Out. 2022

O Hotel MH Atlântico, em Peniche, foi o local escolhido para acolher o 18.º Congresso Nacional do Cancro Digestivo, uma iniciativa anual organizada pelo Grupo de Investigação do Cancro Digestivo (GICD), que vai decorrer entre os dias 13 a 15 de outubro. Em entrevista à My Gastrenterologia, a Prof.ª Doutora Anabela Barros, na qualidade de representante do encontro, clarifica os temas em debate, convidando todos os interessados a participarem. Veja o vídeo.

IV Reunião Anual da SPED: resolução de complicações através da "qualidade dos procedimentos"
Prof.ª Doutora Susana Lopes
27 Set. 2022

É já esta sexta-feira, 30 de setembro, que decorre a IV Reunião Anual da Sociedade Portuguesa de Endoscopia Digestiva (SPED), tendo como temática principal as “Complicações em Endoscopia: Prevenção e Resolução”. O motivo da escolha desta problemática, tal como os objetivos do encontro foram partilhados pela Prof.ª Doutora Susana Lopes, membro da comissão organizadora do encontro.

A forte prevalência de hepatites virais na população consumidora de drogas por via injetada
Dr. Joaquim Fonseca
07 Set. 2022

O Dr. Joaquim Fonseca marcou presença nas celebrações do Dia Mundial das Hepatites Virais, tendo sido por isso convidado a comentar o Relatório do Programa Nacional para as Hepatites Virais, apresentado no evento pelo Prof. Doutor Rui Tato Marinho. O representante da divisão de intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências destaca a confirmada prevalência das hepatite C na população consumidora de drogas por via injetada e lança pistas para o trabalho que deve ser realizado nesse sentido.

Apoios

TakedaViatris