Entrevistas

APDI e Takeda criam experiência "In their shoes" para revelar desafios diários de um doente com DII
Ana Sampaio e Dr.ª Joana Torres
22 maio 2019

“São 25 anos de apoio a doentes com doença de Crohn e colite ulcerosa e às suas famílias”. As palavras são de Ana Sampaio, presidente da Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino (APDI) e também portadora da doença de Crohn, sobre o 25.º aniversário da Associação, que decorre em simultâneo com o Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino, dia 19 de maio. Neste sentido, a APDI e a farmacêutica Takeda desenvolveram a experiência "In their shoes", que permite a qualquer pessoa conhecer os desafios diários de um doente com doença inflamatória do intestino (DII). 

 

Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino: é fundamental "alertar e sensibilizar as populações"
Dr. Luís Correia, presidente do Grupo de Estudo da Doença Inflamatória Intestinal (GEDII)
21 maio 2019

"Alertar e sensibilizar as populações para as doenças inflamatórias do intestino (DII) é muito importante". As palavras são do Dr. Luís Correia, presidente do Grupo de Estudos de DII (GEDII), que afirma ser essencial "colocar precocemente o doente no centro de uma rede de cuidados profissionalizados de saúde". No âmbito do Dia Mundial da Doença Inflamatória do Intestino, que se assinalou no dia 19 de maio, o especialista concedeu uma entrevista ao My Gastrenterologia sobre esta temática.

Doença hepática e diabetes tipo 2: a “íntima relação” entre as duas patologias
Prof.ª Doutora Maria Paula Macedo
15 maio 2019

Existe uma “relação íntima entre o fígado gordo e a diabetes”, sendo que “70% das pessoas com diabetes tipo 2 têm, também, uma patologia hepática”. As palavras são da Prof.ª Doutora Maria Paula Macedo, que, em entrevista ao My Gastrenterologia, explica as razões que justificam a associação entre as duas patologias. Como afirma a especialista, “o problema da doença hepática é igual ao da diabetes: não se sente”. Assista ao vídeo.

 

Serões de Gastrenterologia da SPG são “uma rampa de lançamento para muitos internos”
Prof. Doutor Rui Tato Marinho
08 maio 2019

A estrear a nova sede da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), decorreu, no último dia 8 de abril, o 4.º Serão de Gastrenterologia, subordinado ao tema “Pâncreas e Vias Biliares”. Em entrevista ao My Gastrenterologia, o Prof. Doutor Rui Tato Marinho, vice-presidente da SPG, caracterizou a reunião como sendo “uma rampa de lançamento para muitos dos internos”, funcionado também como um espaço para trocar conhecimentos e experiências e apresentar o que de mais recente se tem vindo a desenvolver na área. Assista ao vídeo.

 

4.º Serão de Gastrenterologia revela casos clínicos com "qualidade e cuidado"
Dr. João Gíria
02 maio 2019

Durante o 4.º Serão de Gastrenterologia, uma iniciativa da Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), desta vez subordinada ao tema “Pâncreas e Vias Biliares”, o Dr. João Gíria foi um dos convidados a integrar o painel de discussão. O cirurgião do Hospital CUF Infante Santo, em entrevista My Gastrenterologia, explicou a importância da relação de "longa data" entre a "Cirurgia e a Gastrenterologia". Assista ao vídeo da entrevista.

Novo Hospital de Dia de Gastrenterologia do HSM é "uma vitória a vários níveis"
Prof. Doutor Rui Tato Marinho, Dr. Luís Correia e Enf.ª Isabel Tavares
02 maio 2019

O Serviço de Gastrenterologia do Hospital de Santa Maria (HSM), em Lisboa, inaugurou na última terça-feira, dia 30 de abril, o novo espaço de Hospital de Dia dedicado à especialidade. O My Gastrenterologia marcou presença no evento e falou com os representantes do Serviço. O Prof. Doutor Rui Tato Marinho, diretor do Serviço, o Dr. Luís Correia, coordenador da Unidade, e a Enf.ª Isabel Tavares, chefe do Serviço, que comentaram a importância do crescimento deste espaço, explicando que o profissional de Saúde, ao ganhar "melhores condições de trabalho", consegue dar também "melhores cuidados aos doentes". Assista aos vídeos.

Abordagem terapêutica de litíase biliar difícil em doente com síndrome LPAC
Dr.ª Luísa Martins Figueiredo
24 Abr. 2019

A abordagem terapêutica de litíase biliar em doentes com síndrome LPAC é particularmente difícil, tendo em conta que esta é “uma entidade rara, descrita pela primeira vez em 2001”. Além disso, “está muitas vezes associada a uma mutação”, que, consequentemente, provoca “um aumento da litíase intra-hepática”. Assista ao vídeo da entrevista da Dr.ª Luísa Martins Figueiredo ao My Gastrenterologia, sobre a sua apresentação de um caso clínico durante o 4.º Serão de Gastrenterologia.

 

Pancreatite crónica: o que fazer quando se chega ao fim da linha?
Dr.ª Mariana Brito
24 Abr. 2019

“Pancreatite crónica – o que fazer quando chegamos ao fim da linha?” foi o tema de uma das sessões do 4.º Serão de Gastrenterologia, cuja exposição foi da responsabilidade da Dr.ª Mariana Brito, do Hospital Garcia de Orta. A especialista apresentou ao detalhe um caso clínico do seu Serviço de Gastrenterologia, resumindo, em entrevista ao My Gastrenterologia, os procedimentos levados a cabo por “uma equipa multidisciplinar”, perante este complexo caso. Assista ao vídeo.

 

Colangite aguda é “uma das patologias mais frequentes na Gastrenterologia” que pode “requerer tratamento emergente”
Dr.ª Sónia Bernardo
17 Abr. 2019

“Uma das patologias mais frequentes na Gastrenterologia” é a colangite aguda, que pode apresentar “uma forma bastante grave, até emergente, requerendo tratamento por colangiopancreatografia retrógada endoscópica (CPRE). Este foi um tema abordado durante o 4.º Serão de Gastrenterologia, organizado pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG), pelo facto de esta ser uma complicação causada por uma síndrome rara. Assista ao vídeo da entrevista da Dr.ª Sónia Bernardo, sobre a sua exposição de um caso clínico durante o encontro.

 

AVC: “Uma manifestação neurológica incomum de doença pancreática”
Dr. Rui Mendo
17 Abr. 2019

“Uma manifestação neurológica incomum de doença pancreática” foi uma das sessões integrantes do programa do 4.º Serão de Gastrenterologia, subordinado ao tema “Pâncreas e vias biliares”. O Dr. Rui Mendo foi quem ficou responsável por este momento, onde apresentou um caso clínico de adenocarcinoma do pâncreas, manifestado de fora bastante invulgar. De acordo com o especialista, iniciativas como esta são fundamentais para partilhar experiências, promovendo o conhecimento nos vários centros do país. Assista ao vídeo da entrevista ao My Gastrenterologia.

 

Newsletter

PUB

Agenda

Agenda News Farma

Apoios

JanssenTakedaViatris